PRERROGATIVAS, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

MATO GROSSO - 14ª SUBSEÇÃO DE PEIXOTO DE AZEVEDO

Newsletter


Ir para opção de Cancelamento

Agenda de Eventos

Agosto de 2019 | Ver mais
D S T Q Q S S
# # # # 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Notícia | mais notícias

Diretores da Águas Cuiabá apresentam à OAB-MT um balanço dos serviços prestados

12/07/2019 13:55 | Água e Esgoto
Foto da Notícia: Diretores da Águas Cuiabá apresentam à OAB-MT um balanço dos serviços prestados
 
   img Representantes da Águas Cuiabá, concessionária dos serviços de água e esgoto da Capital, apresentaram nesta terça-feira (9) detalhes dos investimentos feitos na cidade desde quando assumiram os serviços. O encontro foi realizado na sede da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso (OAB-MT) e contou com a participação de integrantes de diversas comissões que integram a entidade.
 
    Para o presidente da OAB-MT, Leonardo Campos, a iniciativa da concessionária em apresentar o seu trabalho à entidade demonstra claramente a importância da Ordem como parte da sociedade civil organizada, uma caixa de ressonância dos anseios da população. “Este é um tema que impacta e muito a atuação de diversas comissões da Ordem, que possuem muitas demandas relacionadas a este tema”.
 
    Ao falar dos mais de R$ 228 milhões investidos em obras e melhorias do sistema, o diretor-presidente da Águas Cuiabá, Luiz Fernando Fabriani, detalhou o panorama atual do saneamento básico do país. Com as intervenções feitas nos últimos dois anos, data em que a concessionária começou a operar o sistema, Cuiabá terminará o ano tratando 61% do esgoto. “Em 2024, continuando com os investimentos além do que já fizemos, vamos atingir 91% da população com o serviço de coleta e tratamento de esgoto. A cidade será uma das mais saneadas do país”.
 
    Um dos pontos destacados pelo executivo da Águas Cuiabá foram as obras realizadas na Bacia da Prainha, que abrange 16 bairros da cidade. Com a conclusão dos trabalhos de infraestrutura e implantação da rede, cujo investimento ultrapassou a marca dos R$ 40 milhões, duas toneladas de esgoto deixarão de ser despejados diariamente no Rio Cuiabá, reduzindo drasticamente a poluição gerada pelos dejetos.
 
    imgDiretora de Gestão da Águas Cuiabá, Cristiane Schwanka fez um histórico do Córrego da Prainha, canalizado na década de 1960, com o crescimento da cidade. “Desde 2013, quando a Estação Elevatória da Prainha deixou de funcionar, o esgoto era despejado diretamente no rio. Com a reativação desta estação, além de obras de melhoria na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Dom Aquino, todo o esgoto desta bacia é tratado”.
 
    Conforme consta no contrato de concessão dos serviços de água e esgoto da cidade, a concessionária pode, com a conclusão das obras, iniciar a cobrança pelo serviço prestado o que, no caso dos consumidores atendidos pela Bacia da Prainha, começará em agosto. “Nosso objetivo é entregar à comunidade cuiabana excelência em saneamento. Para isso, temos nos dedicado em encontrar as melhores soluções para todas as regiões da cidade, construindo aquilo que é necessário, desativando unidades ineficientes e levando inovação a estruturas importantes, como é o caso da ETE Dom Aquino”, explicou Cristiana.
 
img
ZF Press

Facebook Facebook Messenger Google+ LinkedIn Telegram Twitter WhatsApp